Postado por Fonológica em 22 de outubro

Autoria do jogo: Lilian Kotujansky Forte

www.fonologica.com.br/quem_somos.html

Jogo “Olho Vivo” para terapia

jogo-olho-vivo

Olá!

Preparamos uma nova atividade para a terapia fonoaudiológica, o jogo “Olho Vivo”. O jogo oferece a oportunidade de trabalhar com a linguagem oral e escrita, consciência fonológica, habilidades auditivas e visuais.

O jogo apresenta figuras com fonemas iniciais que se distinguem pelo traço de sonoridade. Assim, o conjunto das figuras possui todos os pares de fonemas oclusivos e fricativos, surdos e sonoros: /p/ x /b/; /t/ x //d/; /k/ x /g/; /f/ x /v/; /s/ x /z/ e /ch/ x /j/.

A atividade também pode ser usada com os pacientes que apresentam trocas ortográficas por traço de sonoridade na escrita. Possui, abaixo de cada figura, a palavra que a representa.

A inspiração veio do site francês Lire Écrire Compter que mostra vários jogos educativos nas áreas de leitura, escrita e matemática. Pensamos que seria viável adaptar um deles e fazer um interessante jogo para a prática fonoaudiológica.

Bom jogo!

Link abaixo para baixar o jogo (em PDF)

jogo-olho-vivo-fonemas

 

Atenção: Os documentos eletrônicos aqui publicados são propriedade intelectual de Lilian Kotujansky Forte e de Cecília Schapiro Bursztyn ou de outros contribuintes individuais para o site. Você pode se referir às informações e citações dos artigos deste site, desde que inclua as referências e o link que permitam ao leitor de seu artigo localizar a obra original aqui.

 

 

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Confira também:

Postado por Fonológica em 29 de outubro

Atividade para terapia – fonema /j/

Autoria do jogo: Lilian Kotujansky Forte

www.fonologica.com.br/quem_somos.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atenção: Os documentos eletrônicos aqui publicados são propriedade intelectual de Lilian Kotujansky Forte e de Cecília Schapiro Bursztyn ou de outros contribuintes individuais para o site. Você pode se referir às informações e citações dos artigos deste site, desde que inclua as referências e o link que permitam ao leitor de seu artigo localizar a obra original aqui.

 

Confira também:

Postado por Fonológica em 24 de julho

Atividade para terapia – fonema /ch/

Autoria do jogo: Lilian Kotujansky Forte

www.fonologica.com.br/quem_somos.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atenção: Os documentos eletrônicos aqui publicados são propriedade intelectual de Lilian Kotujansky Forte e de Cecília Schapiro Bursztyn ou de outros contribuintes individuais para o site. Você pode se referir às informações e citações dos artigos deste site, desde que inclua as referências e o link que permitam ao leitor de seu artigo localizar a obra original aqui.

Confira também:

Postado por Fonológica em 21 de maio

Atividade para terapia – fonema /z/

Autoria do jogo: Lilian Kotujansky Forte

www.fonologica.com.br/quem_somos.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atenção: Os documentos eletrônicos aqui publicados são propriedade intelectual de Lilian Kotujansky Forte e de Cecília Schapiro Bursztyn ou de outros contribuintes individuais para o site. Você pode se referir às informações e citações dos artigos deste site, desde que inclua as referências e o link que permitam ao leitor de seu artigo localizar a obra original aqui.

Confira também:

Postado por Fonológica em 15 de abril

Atividade para terapia – fonema /s/

Autoria do jogo: Lilian Kotujansky Forte

www.fonologica.com.br/quem_somos.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atenção: Os documentos eletrônicos aqui publicados são propriedade intelectual de Lilian Kotujansky Forte e de Cecília Schapiro Bursztyn ou de outros contribuintes individuais para o site. Você pode se referir às informações e citações dos artigos deste site, desde que inclua as referências e o link que permitam ao leitor de seu artigo localizar a obra original aqui.

Confira também:

Postado por Fonológica em 19 de outubro

Autoria do jogo: Lilian Kotujansky Forte

www.fonologica.com.br/quem_somos.html

Complete as palavras que faltam no texto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atividade realizada no Educaplay

Atenção: Os documentos eletrônicos aqui publicados são propriedade intelectual de Lilian Kotujansky Forte e de Cecília Schapiro Bursztyn ou de outros contribuintes individuais para o site. Você pode se referir às informações e citações dos artigos deste site, desde que inclua as referências e o link que permitam ao leitor de seu artigo localizar a obra original aqui.

Confira também:

Postado por Fonológica em 10 de novembro

Autoria do jogo: Lilian Kotujansky Forte

www.fonologica.com.br/quem_somos.html

Atividade para terapia de linguagem

Bingo – grupo consonantal com /r/

Atividade para terapia de linguagem oral e escrita para o treino de grupo consonantal com /r/.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atenção: Os documentos eletrônicos aqui publicados são propriedade intelectual de Lilian Kotujansky Forte e de Cecília Schapiro Bursztyn ou de outros contribuintes individuais para o site. Você pode se referir às informações e citações dos artigos deste site, desde que inclua as referências e o link que permitam ao leitor de seu artigo localizar a obra original aqui.

Confira também:

Postado por Fonológica em 28 de setembro

Autoria do texto: Lilian Kotujansky Forte

www.fonologica.com.br/quem_somos.html


A importância do vocabulário

A importância do vocabulário é reconhecida por diversos estudiosos da linguagem. Para Stahl “expandir o vocabulário da criança é ensiná-la a pensar sobre o mundo”. Possuir um bom vocabulário nos ajuda a compreender melhor os outros, a sermos mais bem compreendidos e a melhor usufruirmos da riqueza de nossa língua.

Conhecer bem uma palavra envolve o aprofundamento de seu significado, a flexibilidade de seu uso, a habilidade em reconhecer sinônimos, em defini-la e em usá-la de maneira expressiva.

No ambiente escolar o conhecimento das palavras e a habilidade de usar a linguagem são essenciais:

· O conhecimento do vocabulário na Educação Infantil e no início da Educação Fundamental são importantes previsores da compreensão da leitura nos anos posteriores do Ensino Fundamental e Médio.

· A dificuldade com vocabulário tem grande influência na leitura de um texto.

· O vocabulário que usamos influencia significativamente no julgamento que os outros fazem a respeito de nossa competência.

· O ensino de vocabulário pode melhorar nossa compreensão na leitura.

· A falta de vocabulário pode ser um fator subjacente ao fracasso escolar de muitos estudantes.

Tipos de vocabulário

Cada um de nós possui quatro vocabulários:

· Palavras que entendemos quando as ouvimos

· Palavras que conseguimos ler

· Palavras que usamos em nossa fala

· Palavras que usamos em nossa escrita

Os quatro vocabulários se sobrepõem mas não são o mesmo, e a relação entre eles muda com o tempo.

O ensino do vocabulário

No ambiente educacional o ensino do vocabulário é importante para todos os estudantes – aqueles que apresentam um vocabulário restrito e que têm urgência em aprender novas palavras para progredirem nos estudos; os que possuem um conhecimento médio de palavras e que precisam ampliar seu vocabulário para se tornarem mais produtivos e bem sucedidos; e aqueles com um grande vocabulário que podem se tornar mais competentes a fim de alcançarem um nível ainda maior de sucesso acadêmico.

Modalidades no aprendizado de vocabulário

· Aprendizado de vocabulário oral básico

· Aprendizado de leitura de palavras conhecidas

· Aprendizado de novas palavras para conceitos conhecidos

· Aprendizado de novas palavras para novos conceitos

· Aprendizado de novos significados para palavras conhecidas

· Enriquecimento de significados para palavras conhecidas

· Emprego das palavras do vocabulário receptivo (ouvidas ou lidas) para o vocabulário expressivo (faladas ou escritas)

Vocabulário e Terapia Fonoaudiológica

A deficiência no conhecimento e no uso do vocabulário pode trazer grandes limitações sociais ao indivíduo.

É necessária uma intervenção mais específica quando a criança, o adolescente ou o adulto apresentam uma pobreza vocabular que compromete sua comunicação (oral e/ou escrita) e que não foi superada com a estimulação nos ambientes familiar e educacional.

O Fonoaudiólogo, por sua formação em Linguagem, é o profissional qualificado para avaliar e tratar o indivíduo que apresenta estas dificuldades -tanto no nível oral quanto escrito.

Atenção: Os documentos eletrônicos aqui publicados são propriedade intelectual de Lilian Kotujansky Forte e de Cecília Schapiro Bursztyn ou de outros contribuintes individuais para o site. Você pode se referir às informações e citações dos artigos deste site, desde que inclua as referências e o link que permitam ao leitor de seu artigo localizar a obra original aqui.

imagem: http://etc.usf.edu/clipart/

Salvar

Confira também: